As coisas que guardei em mim


06/08/2010


DIREITO OU DEVER?

 

Aproxima-se um dia muito agitado para os quase 2 milhões de brasileiros nesse país tão conturbado pelas contraditórias "leis democráticas". Falo que são estas contraditórias porque não compreendo como uma democrácia a obrigatoriedade do voto, muitos ainda especulam que essa é a oportunidade de decidirmos o futuro de nossos munícipios, estados e país...outros afirmam que o voto é um direito adquirido e que por este motivo deve ser ele obrigatório....Oras! não compreendo como as autoridades deste país encaram a seguinte situação: levar urnas eletronicas à locais de dificil acesso, ou aumentar o policiamento em áreas consideradas de baixa segurança, quando o que temos são pessoas que necessitam deste "respaldo" federal no seu cotidiano....Quando o que temos são cidadãos que com certeza seriam mais felizes e patriotas se podessem exercer seu DIREITO de SER CIDADÃO, não por um dia no ano...quando muito dois dias em um ano, com a ilusão de que ser CIDADÃO seja = a eleitor ativo....Gostaria sim de ver o DIREITO DE SERMOS CIDADÃOS contemplados com o DEVER DAQUELES QUE AJUDAMOS A ELEGER.

Democrácia?.....

Minha opinião sobre o que chamamos de democrácia permanece nula.....E sem chances de 2º turno.

Escrito por Anna Andrade às 23h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Por "mim" de "mim"

 

O princípio dos valores Humanos é a Incapacidade de reagir e decidir sobre seus próprios conflitos e medos;

Seus anceios e ilusões invadem de maneira inusitada sem ao menos pedir permissão.

É assim o conflito de mentes;

É assim o fluxo coagido pela ineficácia sugestiva como uma rota à percorrer o espaço frio e turvo do saber e do existir;

A barreira mais perfeita e imprevisível do Homem.

 

 

Escrito por boatarde,boanoite,bomdia,porfv às 00h47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

04/08/2010


Quem somos? Pra onde Vamos?

A ética está sendo a cada dia mais perdida, dando lugar à indiferença e ao "desdém". Muito se fala sobre ser tolerante e de processos evolutivos, quando o que temos é o oposto aos dois. Ultimamente o homem esta perdendo sua sensibilidade à tolerância, gerando dentro de si próprio uma intolerância aos seres de sua mesma espécie, levando à conflitos e perdendo a verdadeira essência da vida: O "amor" entre todos.

É comum vermos países que se auto definem como "desenvolvidos" cometendo assassinatos em grande escala com a mera "desculpa" de "estar contribuindo com sua parte para nosso belo quadro social", brincando de semi deuses, tentando escrever a história de tudo e todos como bem queiram que sejam ela aceita, matando seus presos com o uso de eutanásia, eletricidade (extinta desde 2000), ou ainda por asfixia (enforcamento), essa uma das maneiras mais grotescas de sacrificio, e isso em pleno século XXI. Esses que se dizem "desenvolvidos" são reduzidos á involução voltando a primitividade, voltando á cometer "justiça" com suas próprias mãos.

Pergunto então: Estamos evoluídos verdadeiramente, ou apenas brincando de homo sapiens? Estamos vivendo uma guerra anunciada com antecipação por nossos ancestrais, onde tudo o que é normal virou patológico, e o que era patológico... putz! virou normal. Não me admiro quando vejo repercutir casos nos telejornais como o da menina, atirada pela janela do 6º andar como se fosse ela "entulho" em final de construção, ou de casos não de menor impacto mais de comum em sua grande maioria, como crianças jogadas literalmente no lixo ou no tráfico por não terem opções em suas vidas, estas por sua vez, já com seus destinos traçados: a morte.

Percebo um "mundo" sugestivo de poucas sugestões; Um mundo implorando por socorro, pessoas pedindo socorro...Não tão somente por conta do aquecimento global...É um mundo que se aquece a cada dia mais por causa do descasso de todos nós, e que implora que nossos corações se aqueçam para tentarmos salvar não o que já está perdido, mais o que ainda sobrevive.

Todos os dias penso na vida e o que dela estamos transformando e sendo transformados, penso em tudo que aprendemos desde crianças, em casa, nas escolas, nas igrejas, na vida....Penso e não consigo entender como nós temos a capacidade de construir e desconstruir á nós mesmos e aos outros, penso em todas as lições que a vida cansa de nos ensinar e que nós como alunos indisciplinados insistimos em cometer erros absurdos justamente no '"exame" final.

Infelizmente é comum vermos hoje cenas de violência e mortes em série contra crianças, mulheres, idosos, pessoas inocentes...trabalhadores...Violência praticada à troco de nada, violência como esporte...Violência como "metáforas idiotas"....Violência por Violência...Basta!Quero um mundo igualitário, um mundo que demostre que aprendeu com os erros do passado, erros cometidos antes por seres ediondos, erros cometidos por pessoas errônias...por pessoas escravas de seus próprios ideais...por suas mentes perturbadas...por falta de amor...falta de compreensão; Quero um mundo onde a vida seja cultuada como plenitude absoluta e o Amor como extensão de nossas almas; Quero ver a cada amanhecer crianças crescendo e junto com elas a esperança de jamais perdemos a esperança de amar, perdoar; Quero nunca mais ouvir fala de tamanho ato violênto como o de Auschwitz...

E então?

Quando vamos parar com esses "Holocaustos civis"?

...

A barbárie é uma tréplica do descasso.

 

 

 

Escrito por boatarde,boanoite,bomdia,porfv às 23h20
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

 

Mais Valia - Bom Dia!!!

 

 

Voltei a escrever após algum tempo sem a prática rss...antes (bem podem entender pelo nome do blog) eu escrevia apenas poesias, porém, entretanto, todavia rss...decidi escrever algo mais útil, não que a poesia seja inútil, é um acalanto p'ra alma...mas escrever poesias por vezes não agrega em nada às pessoas...Vejam só!!!Eu!!!ás 00:47a.m de uma quarta-feira de Agosto de 2010 lendo os blogs atualizados do uol/bol...alguns falam de poesias(putzzzzzzzzzzzzzzz a poesia!!!) outros sobre conflitos amorosos, ou então como perdi peso comendo bem rs....mas o fato é que esses blogs causaram em mim uma incógnita: - É incompreensível a natureza humana ou é devassa em sua imensidão de sentidos?... Não sei!!! o  que sei nesse momento é que tenho em mim um turbilhão de sentimentos e frustações que me reduzem ao nada, e após um dia frustante em uma central telefonica me pergunto: - Estaria eu apenas exausta do dia e dos problemas que preciso solucionar? Pior!!! Estes nem meus são!!! Mas eu em um pacto contratual e profissional os adoto e tento solucioná-los...Vamos lá!!! Espero que minha insignificancia como Agente de Atendimento possa remeter algo intelígivel...fiquem tranquilos...pois não espero que passem por esse blog acadêmicos ou pessoas dotados de grande cultura multifacetada....mas espero que eu possa intervir de alguma maneira não em seu modo de agir ou pensar...mas de alguma forma em sua reflexão filosófica...Te convido ao meu mundo virtual...o "Second Life" mas palpável que posso proporcionar.

Escrito por Moderador UOL às 01h04
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO GRANDE DA SERRA, Mulher, de 20 a 25 anos, Portuguese, Esperanto, Arte e cultura, Política

Histórico